50 anos da edição de Mallarmargem (1970 – 2020)

O "Instituto Casa Cleber Teixeira", em comemoração ao aniversário da sua fundação, está lançando em co-edição com a Tipografia do Zé, a plaquete "Mallarmargem - 50 anos", que dá início ao projeto "Memória Gráfica Noa Noa". Com ele pretende-se recuperar as imagens e a história de obras da Noa Noa, editadas ou não, às vezes rascunhadas, constituindo uma coleção de cinco obras seriadas.
Para a produção das demais plaquetes da série, serão convidadas outras editoras artesanais, reforçando o vínculo conceitual entre a Noa Noa e novas experiências editoriais que priorizam a beleza e a criatividade nas suas produções.
Mallarmargem
50 anos da edição de Mallarmargem (1970 – 2020)
com textos de Augusto de Campos, Júlio Castañon Guimarães e Raquel Feferbaum; reprodução em serigrafia de xilogravura de Raquel Feferbaum; projeto gráfico de Flávio Vignoli, e colaboração na impressão de Ademir Matias. Tiragem de 250 exemplares numerados.

Foi muito especial para a Tipografia do Zé a co-edição com o Instituto Casa Cleber Teixeira para a produção da plaquete comemorativa dos 50 anos do livro Mallarmargem, a primeira parceria do editor Cleber Teixeira com o poeta e tradutor Augusto de Campos. Mas muito difícil definir os seus momentos mais emocionantes: se no silêncio da oficina tipográfica, com a memória do livro original, em um gesto de (re)composição das suas palavras no componedor; se no diálogo com a Beti, que (re)constitui toda a troca das experiências, entre Florianópolis e Belo Horizonte, desde a sua concepção até a sua produção; ou se na própria materialidade da plaquete, que imprime todo o nosso desejo da permanência e continuidade da Noa Noa e do Cleber Teixeira, tanto na cultura editorial quanto gráfica do Brasil.

— Flávio Vignoli

"Mallarmargem — 50 anos",  é uma obra de arte do Flávio Vignolli que envolveu sucessivas etapas. Desde a pré produção: convites a Júlio Castañon (texto) e a Raquel Feferbaum (memória gráfica da edição de 1970), que somou com a generosa e fundamental contribuição de Augusto de Campos; o primoroso design gráfico; a seleção dos papéis; a composição e impressão tipográficas; a montagem "mano a mano"; a remessa da edição para Florianópolis... Tudo isto com a sensibilidade e alegria que o caracterizam...
Festejar neste 20 de setembro o aniversário de Cleber e o primeiro ano de formalização do Instituto Casa Cleber Teixeira, com o lançamento da plaquete "Mallarmargem – 50 anos" é um prêmio e um "descuido de felicidade", nestes tempos difíceis do nosso país entristecido.

 

— Maria Elisabeth Pereira Rêgo
Diretora do Instituto Casa Cleber Teixeira

Nota sobre o Lançamento "Ô de Casa!'

por Maria Elisabeth Pereira Rêgo

A publicação do "Mallarmargem 50 anos" seria certamente festejada entre amigos, na sede do Instituto Casa Cleber Teixeira, no dia 20 de setembro.
A pandemia cortou nosso barato... e na tentativa de superar o impasse e ainda assim marcar o dia do aniversário do Cleber e do Instituto, inventamos um lançamento da obra a domicílio.
Visitamos alguns amigos nas suas casas e entregamos a Plaquete no portão, depois de um "O de casa ", devidamente protegidos pelas máscaras.
A proximidade geográfica definiu as escolhas, embora o desejo fosse festejar com todos os amigos que tem nos acompanhado na preservação da Memória gráfica da Noa Noa.

Aos interessados em adquirir a publicação “Mallarmargem – 50 anos”, ela se encontra à venda em nossa Loja Online.


 

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *